Canção da areia

 

(1º bim 2005)

 

Quero passar um tempo em Caraguá

Tatúba assim, tudo bem com você.

Meus planos deram com burros n’água 

Eu fico aqui. O que é que eu posso fazer

Onda que vai além da praia, adiante.

Traz boa sorte ou um barco talvez

Supimpa, bacana to bronzeado.

Largado , cansa de tanto remar

Que grande bobeira meu sonho praiano

Engano , tropeço, pó-de-guaraná

Alegria de moço daqui da cidade

Bondade da lua na areia morar

Com tanta areia só falta cimento

O pouco que agüento mal dá pra remar

O sol ta lá em cima é o primeiro da lista

Metido à artista, só pensa em brilhar.

É um filho caçula bem mal educado

No meio da briga não sabe lutar

Pensa sozinho que é primogênito

Perdido na noite inventou o luar 



Escrito por Eduardo Abreu às 13h12
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis